ReabiVet | Acupuntura e Medicina Tradicional Chinesa
Acupuntura e Medicina Tradicional Chinesa
Home / Especialidades / Acupuntura e Medicina Tradicional Chinesa
Acupuntura e Medicina Tradicional Chinesa
Acupuntura e Medicina Tradicional Chinesa

Agulha Seca

Agulha Seca

Introdução de finas agulhas nos chamados acupontos. As agulhas são as mesmas utilizadas na acupuntura humana e os animais suportam bem esta técnica.



Eletroacupuntura

Eletroacupuntura

Consiste em estímulos elétricos em pontos de acupuntura. A eletroacupuntura é utilizada em animais com dor ou em quadros de paralisia dos membros, entre outros.

Voltar ao topo



Farmacupuntura


É a injeção de substâncias em pontos de acupuntura e tem o objetivo de promover a ação de determinada substância que pode ser fitoterapia, homeopatia ou outras, potencializando o efeito destes fármacos.

Voltar ao topo



Fitoterapia Chinesa


São compostos a base de plantas, minerais ou animais, de origem chinesa e coadjuvantes ao tratamento de reabilitação, assim como para a prevenção de lesões. Ela é tão importante que na China, berço do uso das ervas, as pessoas são tratadas primeiro com as ervas, antes mesmo do tratamento pela acupuntura.

A fitoterapia funciona como o “combustível” natural que o animal precisa para a recuperação. Pode ser utilizada em várias espécies animais e a escolha é baseada no diagnóstico do animal pela Medicina Tradicional Chinesa. Pode ser utilizada em diversas patologias é particularmente útil em animais com tumores e geriatras.

Voltar ao topo



Implante de Ouro

Implante de Ouro

É a inserção de pequenos fios de ouro em pontos de acupuntura. É uma técnica utilizada em patologias como displasia coxo-femoral, epilepsia idiopática, artroses, entre outros.

É uma forma de estimulo contínuo dos pontos em casos de animais impossibilitados de fazer sessões regulares ou a fim de intensificar o efeito da acupuntura. O animal precisa estar sedado e o ouro não causa reação negativa no organismo. Porém, deve ser feita por médico veterinário acupunturista capacitado a fim de fazer a indicação correta e o momento certo para cada caso.

Os profissionis da ReabiVet trabalham há 15 anos com esta técnica.





Quer saber mais sobre nossa expertise em Implante de Ouro?
Baixe nossa aula em PDF:




Voltar ao topo



Moxabustão


A moxa é um método terapêutico no qual a Artemísia vulgaris (ou outras ervas) é queimada sobre a pele ou acima dela nos acupontos. No caso dos animais ela pode ser acoplada à agulha de acupuntura ou aplicada de forma indireta sobre o ponto. É usada em diversas patologias, sobretudo em animais geriatras.

Voltar ao topo



Stiper


O Stiper, que é uma pastilha de celulose contendo óxido de silício (SiO2) de 14 mm de diâmetro por 3 mm de espessura, pode ser usado no lugar das agulhas para tratar várias enfermidades.

Na veterinária, muitos animais podem ser beneficiados, afinal, eles respondem muito melhor à acupuntura do que os seres humanos (KWANG, 2009). As pastilhas podem ser utilizadas em animais que não aceitam agulhas ou como adjuvante ao tratamento com acupuntura e fisioterapia, dando um estímulo maior, dependendo do caso.

Voltar ao topo



Acupuntura Científica

Acupuntura Científica

Introdução de finas agulhas nos chamados acupontos. As agulhas são as mesmas utilizadas na acupuntura humana e os animais suportam bem esta técnica.

É a investigação sobre a eficácia e o modo de ação da acupuntura. Essa busca procura responder quando e como funciona a acupuntura, sempre baseada na metodologia científica.

Por que existe?
A acupuntura é uma técnica terapêutica milenar, desenvolvida no Oriente, geograficamente e filosoficamente distante do desenvolvimento da ciência. Por isso, a acupuntura utiliza uma forma de raciocínio considerada como "pensamento mágico".

Essa terminologia fascinante, e até poética, é de difícil aceitação pelos praticantes da medicina científica, limitando o uso da acupuntura.

Explicar a acupuntura pela lógica científica não só comprova seu sucesso no tratamento de inúmeras doenças, como facilita sua aceitação e divulgação. Enfim, permite que mais pacientes se beneficiem com o uso dessa técnica.

Como temos acesso à ela?
Através da leitura de textos científicos em revistas especializadas. Esse é um trabalho meticuloso, dada a grande quantidade de informação publicada, que deve ser selecionada com relação a sua qualidade. Além disso, a linguagem científica é hermética, quando não somos especialistas.

Voltar ao topo

Programas diferenciados de acordo com a necessidade de seu animal.



Contato

Campinas
Rua Pereira Tangerino 318
Jardim Guanabara, 13073-210

(19) 3294-5345
(19) 3203-5634
(19) 99757-5345

Indaiatuba
Rua Alberto Santos Dumont 1697 Salas 6/7
Cidade Nova, 13334-150

(19) 3294-5345
(19) 99941-4673

Atendimento

Campinas
Segunda a Sexta: 09h às 18h
Sábados das 9h às 12h

Indaiatuba
Segunda a Quinta: 09h às 19h

© Copyright 2018 - ReabiVet | Design Studio9dade
Top